As cores e suas variações fazem parte do nosso cotidiano e são utilizadas como uma forma de comunicação desde a Idade Média. Nos últimos tempos, os seus poderes se mostraram ainda mais relevantes. Através delas, colorimos o cotidiano, transmitimos mensagens e inspiramos, seja na moda, no design, na arquitetura ou na decoração.

Da mesma forma que institutos especializados em tendências, como a Pantone e a WGSN, trabalham em pesquisas para identificar as cores que, anualmente, se tornam referência para o mundo todo, a Impress Decor Brasil, referência no desenvolvimento e produção de superfícies decorativas para a indústria de painéis, móveis e pisos, desenvolve o estudo “Cor do Ano”, com foco no segmento de arquitetura e decoração e em consonância com as principais tendências mundiais.

As cores são fundamentais para criar ambientes alegres, divertidos, aconchegantes e com muita personalidade. Isso vale, principalmente, quando falamos sobre os revestimentos que compõem um projeto mobiliário ou de interiores. Por isso, a Impress Decor Brasil, faz um breve resgate das suas últimas apostas, mostrando que os unicolores seguem em alta e influenciando, principalmente, o design de interiores.

Em 2019, a empresa trouxe as cores Sweety, Deep Berry, Urban Green e Ramla Bay que, de uma forma geral, inspiravam a busca pelo equilíbrio, acolhimento, igualdade, paz interior, pelo resgate dos elementos naturais.

Cores do Ano 2020

No “Cor do Ano 2020”, a empresa apresentou três cores – Energy Flow, Inner Dive e Fresh Splash – que tinham como proposta promover diferentes vibrações e sensações, ecoando três energias essenciais, que conversavam de maneira fluida e responsiva com o momento de reclusão e expectativas que estávamos vivendo: a energia do contato físico com a natureza, o tocar e o sentir; a energia do eu interior, o mergulho no autoconhecimento; e a energia leve e descontraída dos momentos reservados para sonhos e diversão.

Já em 2021, a empresa apostou nos “opostos complementares”, mostrando a importância de encontrar o equilíbrio entre aquilo que desejamos e o que nos é essencial para que possamos nos adaptar aos novos desafios. Com isso, surgiram as cores Crescente e Nascente. Crescente, é uma cor que nos conecta com a natureza, como num retiro dos excessos das cidades. Seu tom verde evoluiu e adquiriu uma personalidade forte inspirada pela conexão profunda com o natural e o desejo de horizontes mais amplos. Já o Nascente transmite a sensação de introspecção mais sensível e aconchegante. Definida como híbrida, a cor que não é rosa nem bege tornou-se um “roseige”, apresentando um tom moderno, contemporâneo, que reflete plenitude, calma e leveza.

Cores do Ano 2021

Para o “Cor do Ano 2022”, a empresa promete trazer novidades em uma experiência de co-criação no desenvolvimento das tonalidades 2022, que devem ser anunciadas até o final do mês de outubro.