Independente do estilo, o morar está cada vez mais conectado ao afeto e à valorização dos materiais e suas origens. Por esse motivo, a madeira, que sempre esteve associada às sensações de conforto, naturalidade e aconchego, ganhou ainda mais destaque na Coleção Arredores, criada pela Impress Decor Brasil, que convida a indústria e os consumidores a exercitarem um olhar transformador sobre a “latinidade”, explorando as possibilidades e caminhos como forma de conceder novas perspectivas e inspirações.

Com inspiração na beleza e na tropicalidade das madeiras brasileiras e latino-americanas, surgem os designs Jequitibá Rosa, Jequitibá Natural, Jacarandá, Sucupira Terena e Angelin.

Inspirados pelas caraterísticas icônicas do Jequitibá, árvore nativa do Brasil e símbolo da cidade de São Paulo, a Impress Decor apresenta os padrões Jequitibá Rosa e Jequitibá Natural. Trabalhado em meia catedral, o design Jequitibá Rosa é de fácil aplicação em projetos de diferentes tipos e dimensões. Já o padrão Jequitibá Natural apresenta catedrais inteiras e um colorplay rico, que valoriza a combinação com outros produtos, como unicolores e texturas variadas.

Jequitibá Natural

Uma das mais valorizadas madeiras nacionais e considerado um dos ícones do design moderno brasileiro, o Jacarandá é muito procurado para a produção de móveis de luxo e peças decorativas, transformando-se em ícone pelas mãos do designer Sergio Rodrigues. Na coleção da Impress, o Jacarandá traz um desenho expressivo e sofisticado, com veios e catedrais marcados.

A madeira da Sucupira serviu de inspiração para a criação do padrão Sucupira Terena. Com tons de marrom-escuro, avermelhado, castanho e veios dourados, o design traz uma versão mais linheira, sem deixar de lado a personalidade rústica da madeira, com movimento e poros marcados.

Sucupira Terena

Já o Angelin é reconhecido pelo brilho da sua superfície e durabilidade. No padrão, é explorado o equilíbrio entre catedrais inteiras e meias catedrais.

A Sucupira também é referenciada no padrão Aimoré. Encontrada em abundância no território do povo Aymoré, a madeira serviu de inspiração para criar o padrão que repleto de anéis e catedrais inteiras. Com réguas largas e um colorplay diferenciado, o design é imponente, acentuando e memorável.