Num período de tensão política, excesso de informação e de grandes dualidades entre o mundo real e o digital ocorrendo em todo o globo, é natural que busquemos por novas fontes de esperança e otimismo. Uma das formas mais simples e poderosas de comunicação, as cores podem exercer um papel fundamental nesse sentido, sendo capazes de passarem mensagens, revelarem anseios e pontos de vista, e, ainda, de retratarem emoções sem a necessidade do uso de palavras ou imagens.  É de se entender, portanto, a expectativa geral nos mais diferentes setores pelo anúncio das “cores do ano”. Afinal, mais do que precipitar novas tendências de design, a escolha dessas cores revela a emersão de novos comportamentos de consumo e estilos de vida.

Já na contagem regressiva para a virada de ano, o instituto Pantone – maior influenciador global quando o assunto é trend color – revelou o Classic Blue (Azul Clássico), como a cor de 2020. Um tom de azul totalmente atemporal, o PANTONE 19-4052 Classic Blue é elegante em sua simplicidade. Inspirado no céu ao entardecer, as qualidades tranquilizadoras da cor visam realçar nosso desejo por confiança, estabilidade e resiliência. Isso porque o azul é normalmente relacionado ao bem-estar e ao repouso, trazendo sensação de paz e ajudando na concentração.

A escolha vai ao encontro do que foi anunciado anteriormente por outros grandes trendsetters do mercado mundial, tais quais a WGSN, que aposta num tom de verde, seguido por tonalidades de azul, amarelo, laranja e cassis, como as grandes respostas do design aos mais diversos movimentos que vêm ditando os ritmos de nossas vidas recentemente. O contraponto entre tecnologia e a busca pelo retorno ao essencial, por exemplo, são os conceitos por trás da Neo Mint: um tom pastel de verde mentolado bastante fresco, com uma pegada fashion e otimista, totalmente alinhado com a ciência, mas sem esquecer da natureza.

Essa procura por mais qualidade de vida refletida numa maior atenção ao nosso eu interior, reflete-se também na definição da cor do ano segundo a Suvinil – referência mundial no setor de tintas imobiliárias. A cor Mantra, um tom de verde azulado, é a aposta da marca, emanando um estado meditativo e convidando as pessoas a olharem para dentro de si.

Acompanhando essa vibe, mas agora nos chamando a olhar para fora, a Praça no Inverno é a escolha da Coral – outra líder do setor de tintas – para 2020. Muito versátil, a cor se encontra entre o verde, o azul e o cinza, assim como a beleza do céu pela manhã. Com uma combinação neutra e aconchegante, parece mudar de acordo com os tons com os quais é usada, podendo funcionar de maneiras diferentes em uma paleta quente, neutra, suave ou viva.

Deixando evidente a predileção por cores que transitam entre tons de azul e verde, a paleta de cores para o próximo ano demonstra uma maior preocupação com nossa saúde mental, bem como com a forma como tratamos ao planeta e também ao próximo, revelando um momento de transformação e renovação de sonhos e valores, justamente em um dos anos mais aguardados da história. Essa positividade também impulsionou ao time de design da impress, que revela uma paleta bastante flexível, plural e convidativa para 2020. Explore as cores do ano da impress clicando aqui.