Conforto acima de tudo é a premissa para a casa de hoje

Cada vez mais percebemos como a casa tem se tornado nosso refúgio. Nesses dois anos de uma mudança significativa em nossa rotina, deixar o lar mais confortável e mais acolhedor não é mais uma atitude complementar, mas fundamental para alcançar bem estar e qualidade no dia a dia, já que passamos mais tempo em casa do que em qualquer outro momento da nossa vida.

Atentos a esta tendência, designers, fabricantes e o mercado procuram novos – e antigos – materiais que forneçam a sensação de conforto atrelada ao design e qualidade. Em eventos importantes mundialmente, como a Semana de Design de Milão, e outros consagrados nacionalmente, como as edições da CASACOR espalhadas pelo Brasil, podemos observar uma busca constante por texturas cada vez mais tácteis, junto com tecidos naturais e que sejam repletos de aconchego.

Sofá Seixos, de Rahyja Afranje, revestido com veludo de alta performance. Foto: Divulgação
Casa Vértice, de Patricia Hagobian para CASACOR SP, com sofá curvo em bouclé. Foto: Comunicação Impress Decor Brasil

Tecidos como o linho e algodão cru ganham companhia das tramas mais altas e robustas, deixando nítido o objetivo de convidar ao descanso. Bouclé, knit, veludo cotelê, couro natural dão vida a poltronas, sofás, cadeiras entre outros itens que, além de oferecer a sensação do toque, ganha protagonismo nas composições.

Essas texturas diversas nos remetem ao descanso e à contemplação depois de um dia atribulado de atividades. Este despertar para o conforto máximo é uma tendência prevista pela Impress Decor que, a partir da troca e pesquisa intensas entre os designers da marca localizados em vários países detectou.

Coleção Liquens, de Alex Rocca com Tiie Design, que mistura metal com tapeçaria. Foto: Divulgação

A macrotendência Sensory Healing apresenta a busca entre o equilíbrio do nosso corpo e da nossa mente, a partir de resgatar o bem estar dentro da nossa casa. Descobrimos que é tão importante que as coisas em casa sejam visualmente bonitas, mas que também tenham extremo conforto sensorial, e isso passa pelos revestimentos e acabamentos dos móveis.

Junto com a procura por materiais mais confortáveis, vem a ideia de se ter peças em casa que respeitem o meio ambiente, tanto na escolha das matérias-primas como também na produção. O couro natural, tão usado na decoração ao longo das décadas, agora ganha uma roupagem consciente, com proveniência de curtumes certificados, enquanto os materiais altamente tecnológicos empregam produção livre de substâncias químicas que agridem a natureza. É uma nova era de buscar o conforto físico de que o ser humano tanto precisa e a consciência ambiental de que necessita o planeta.

Coleção Panorama, da Etel Design, com tecido de textura knit no sofá. Foto: Divulgação

ARTIGOS RELACIONADOS

Zaha é a Cor do Ano 2023 da Impress Decor

A Impress Decor, referência no desenvolvimento e produção de...

Impress Decor revela a Cor do Ano 2023 em evento digital

A Impress Decor, especialista no desenvolvimento e produção de...

O novo propósito da varanda gourmet

Como se tem falado incansavelmente, a pandemia nos impôs...